A Good Year

Hello Folks! 

Antes de mais nada, uma afirmação: Esse ano tem sido muito, mas muito distinto do que qualquer um outro dos meus 22 vividos!

Desde a primeira semana de janeiro esse fato é justificado. Com minha ida para Buenos Aires, morando longe dos meus pais pela primeira vez - e olhe que sorte a minha: com a namorada, trabalhando na área escolhida, convivendo com uma nova e instigante cultura,conhecendo novas pessoas e descobrindo baladas na night - até então eu achava um club ao som do tunts-tunts apenas normal, em pouco tempo essa opnião foi por terra.
De volta ao Brasil, estava really com muita vontade do meu mundo, mas logo percebi a falta que fazia tudo aquilo que conheci e no fim das contas aquela máxima do "a grama do vizinho é sempre mais verde" me pareceu bem real, não por simples ilusão ou ignorando minha Baêa, mas por sentir falta da diferença cultural, dos dias cheios de opções, do trabalho com pessoas muito estimadas, e porque não... do meu ensaio de vida independente. Chega uma idade que essa independência deixa de ser sonho adolescente e vira objetivo sério. É da natureza.





Algum tempo depois, consegui concluir um dos meus 12 labores de Hércules, e assim convalidei com êxito meu estágio profissional e de vivencia no exterior, iniciando a monografia recebi um ótimo telefonema de Isa, falando de uma oportunidade na empresa qual ela fazia parte em Salvador. Alguns dias depois, viagens e entrevistas por Skype e pessoais, estava eu aprendendo na prática sobre a área operacional  de exportações, executando REs, DDEs, drafts, Form A, ligações para este ou aquele anuente, trabalhando aos sábados e até mesmo domingos na expectativa de carga chegando no porto. Uma ótima experiência, pelo menos profissionalmente falando, pois trabalhar naquela beca numa manhã ensolarada domingo em Salvador é terrível. Você escuta a praia lhe chamando, a maresia lhe envolvendo e pensa: "QUE P****!".
Foram meses também incomparáveis: conheci outras incríveis pessoas, aspectos de Salvador simplesmente "fuderosos", o sol poente na Avenida Contorno, as ruas coloridas do Pelourinho, escondidinho de aipim, a Dolce no Itaigara, a Bohemia no Jd. Brasil, aqueles barzinhos da Pituba, o Mercado do Peixe no Rio Vermelho e de longe meu canto soteropolitano predileto: a Barra.  
Nesse meio tempo fui a São Paulo participar de minha primeira entrevista para trainee em uma multinacional, deu pau no fim, mas ficou a experiência, depois tive a oportunidade de ajudar a Isa em suas investidas no assunto e graças a Deus ela logo logo está em Recife tendo um resultado bem mais feliz do que o meu em Sampa (eu não queria mais aqueles 50 min. passados na Marginal Pinheiros mesmo :p)





Em SSA adquiri conhecimentos fundamentais, mas bom, decorrido certo tempo verifiquei que minha mainstream estava deixada de lado, e após muito pensar e outros detalhes serem colocados à mesa, decidir por bem de concluir logo a graduação, demitir-me e despedir-me da capital baiana.
“O bom filho a casa retorna...” depois de uma viagenzinha no feriadão para encontrar meu love - eso de viajes es muy buena onda! sento diante do computador para dar continuidade ao meu T.C.C. mas as idéias não fluem empolgadamente e acabam perdendo espaço para tweets, ou atualizações no FB, busca a leituras diferente de Veja, Globo... Damn! KEEP FOCUS !!!
Mas bom, é legal ressuscitar posts no NEGOCIADORES AWAY, e mais logo volto a raciocinar sobre Zona de Processamento de Exportações. Vou conferir o Vascão animado com 2x0 no primeiro tempo em cima do Corinthians, coloco um pouco de cafeína para dentro... daqui para  1h da manhã volto à labuta. 
Que a sra. Weiss, minha orientadora não veja isso. Abraços cordiais senhores.
It seems I can't deny Some days just don't seem right I think I feel, I feel much better At night

5 comentários:

Graziê disse...

Legal que vc teve uma ideia muito massa de como "ressussitar" o blog!

Por vezes entro no meu, mas nunca pensei num relato assim! ;)

Tu foi pra SP? Jesus, nem sabia! Má, termina essa budega msm, e daí voa colega! Talento não te falta! xD

P.S.: FOCUS? I feel I lost mine too... (Compreendo vc completamente! xD)

Ah, e pode deixar q eu não conto pra Sra. Weiss que vc disse isso! (ela frustrou meus sonhos hj... )

Rubens Junior disse...

hehe!! Vlw pela parte que me toca Graubi! Pois bem estive em São Paulo rapidinho a trabalho ou na tentativa dele afinal era uma entrevista, fiquei feliz em estar dentre os 100 finais de alguns milhares mas triste por não acabar entre os 10 escolhidos.
Mas isso é passado e ter em vista novos e desafiantes objetivos me impulsiona - mesmo que esses as vezes dê um medo lá longe.
Chega nossa hr, temos de mostrar o porque de 20 poucos anos de preparação! E como diria o sábio mestre GUETTA: "The world is mine!"

Laís Lewicki "Polly" disse...

O Negos Away voltou! =D

É como diz a máxima: Tudo vale a pena se a alma não é pequena. Tou torcendo por você, Biju!

Tainá disse...

Que legal seu post, Rubenildo! :D
Adorei ler isso aqui.. e me sentir tão dentro de algumas realidades que vc citou faz a gente ver que essa fase que estamos passando agora é quase a mesma mesmo que todos estejam 'cada um no seu canto'.

Que Papai te abençoe em tudo o que as suas mãos fizerem!
Sucesso em tudo!
Beijão!

Rubens Junior disse...

OOW Que legal que vcs não perderam o caminho do blog!

Vlw mesmo Polly pela torcida, em breve será vc nessa de reta final e novo início!

E Tainá, tenha certeza que a recíproca é mais que verdadeira! e com fé Nele teremos sucesso em tudo, apesar das adversidades.

Como um papelzinho daqueles seus dizia: "O menor caminho entre você e a solução é a oração!" kkkk então a que temeria!? Vamo que Vamo!

Postar um comentário